ISPS foram os únicos a ganhar assinantes de TV em julho

Mas no ano, saldo é negativo. As operadoras registraram perda de 802 mil clientes na TV paga no semestre. A maior parte da evasão se deu no DTH, embora a tecnologia ainda seja a mais utilizada no país.

A Anatel divulgou hoje, 2, o balanço oficial de assinantes de TV paga no país. Os dados apontam para continuidade da retração (-0,67%) do segmento, que perdeu 113 mil usuários em relação a maio, e passou a ter base de 16,7 milhões de contratos.

O único grupo que atraiu novos clientes foi o dos ISPs – e ainda assim, não foram todos que conseguiram crescer no mês. Somados, eles tiveram expansão de 8,64% no mês, o que significa 21,9 mil novos acessos. Os provedores regionais, no entanto, ainda detém uma fatia pequena do mercado de TV por assinatura, com market share de 1,65%.

Todas as demais operadoras registraram evasão de usuários. A Claro, que domina o mercado com quase metade de todos os acesso de TV paga do país, apresentou saída de 59 mil clientes da base, o que significa retração de 0,72%. A Sky, segunda principal operadora de TV do país, teve 45 mil desligamentos, uma retração de 0,91% de sua base. A Vivo desligou 23 mil clientes, o que significa encolhimento de 1,55%. A Oi desligou em ritmo mais lento que as demais: foram 5 mil contas canceladas, diminuição de 0,34% em relação a maio.

Em termos de participação de mercado, a Claro encerrou o período com 49%, seguida pela Sky com 30%, Oi com 10% e Vivo com 9%.

SEMESTRE
Considerando-se apenas este ano, a TV paga no Brasil encolheu 4,58%. As maiores operadoras (Claro e Sky) foram as que mais desligaram clientes. Ambas cancelaram mais de 280 mil acessos. Os ISPs também chamam a atenção pelo encolhimento. Perderam 118 mil usuários desde janeiro, uma retração de 30%.

Em se tratando de tecnologias, o DTH é no ano a que mais perdeu clientes. Desde janeiro, foram 551,6 mil desligamentos, uma retração de 5,86%. Há, ainda, 8,8 milhões de pessoas usando TV por assinatura via satélite. A Sky, segunda maior operadora em quantidade de acessos, usuária da tecnologia, desligou 280 mil clientes DTH. A Vivo, que decidiu ano passado apostas na expansão do FTTH e não mais investir em TV por satélite, registrou 135,7 mil cancelamentos. Já a Claro TV anotou o fim de 103 mil contratos.

Já a TV por fibra (FTTH) tinha uma base bem menor, de 701 mil acessos em junho. O número é 5,19% menor que o de janeiro. Aqui, a Vivo (+52,7 mil) e a Oi (+8,7 mil) cresceram, enquanto os ISPs desligaram 100 mil acessos.

No cabo (HDSL), que fechou o semestre com retração de 2,88% e 7,13 milhões de assinantes, todas as empresas apresentaram encolhimento. A Claro (Net) desligou 181 mil usuários, terminando com 6,8 milhões. Os ISP tinha em junho 245 mil usuários do tipo, 6,57% menos que em janeiro. A Vivo praticamente encerrou as atividades com esta tecnologia. Se em janeiro tinha 10,2 mil assinantes a cabo, em junho eles eram 302.

Fonte: Telesintese

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.