Segundo a Anatel, teles desligaram mais do que adicionaram clientes no mês de junho

A Covid-19 impactou o mercado brasileiro de telefonia móvel. Em junho, segundo dados da Anatel, o segmento fechou com 225,14 milhões de linhas ativas, sendo que todas as teles desligaram mais clientes do que adicionaram a suas bases. Os dados são da Anatel. O número de desligamento de linhas ficou em 179.875 mil acessos.

No total, o saldo foi negativo em 179.875 linhas ativas desligadas. A TIM foi a empresa que mais desligou acessos, e fechou o mês com 246,87 mil usuários a menos que em maio. O mês de junho, manteve o market share nacional: Vivo em primeiro lugar, Claro na segunda posição, principalmente por conta dos clientes incorporados com a compra da Nextel, TIM e Oi.

O impacto da Covid-19 desacelerou a expansão do pós-pago, a menina dos olhos das teles e onde houve o maior investimento de atração. No pós-pago, que ficou com 49,3% do mercado, foram 111.053.438 milhões de linhas ativas. No pré-pago, que ficou com 50,7%, ficaram 114.095.871 milhões de acessos ativos. No pré-pago, todas as operadoras perderam linhas ativas. A TIM foi a que mais desligou, com 198 mil. Seguida da Vivo, com 135 mil, Claro, com 69 mil, e Oi com 48,6 mil.

De acordo com os dados da Anatel, a Vivo lidera no ranking dos clientes pré-pagos, com 31,29 milhões de clientes. Depois vem a TIM, com 30,7 milhões; a Claro, com 26,6 milhões; e a Oi, com 24,2 milhões.

(Informações Anatel)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.