Usuários reclamam que atualização do Windows 10 deixa sistema lento

Usuários estão relatando em fóruns da web que a atualização do Windows 10 identificada por “KB4512941”, lançada no dia 30 de agosto, está fazendo com que a Cortana use uma quantidade excessiva de processamento, o que pode deixar todo o computador mais lento.

Em fóruns na internet, os usuários alegam que o problema pode ser solucionado reativando a integração do menu Iniciar com a pesquisa do Bing, o que significa que esse recurso pode ter alguma relação com o problema.

A Microsoft tem uma página específica para cada atualização lançada, reunindo todas as informações pertinentes a respeito das mudanças. Até esta terça-feira (3), a página da Microsoft afirma que a companhia não está ciente de qualquer problema causado pela atualização.

O Windows 10 vem configurado de fábrica para enviar tudo o que é digitado no menu iniciar — letra por letra, em alguns casos — para os servidores do Bing. A pesquisa no Bing é utilizada para exibir resultados da web ao lado dos resultados de arquivos e aplicativos locais.

Integração com o Bing no Iniciar

Embora o menu Iniciar também possa ser usado para procurar e encontrar arquivos armazenados localmente no computador, apenas as pesquisas que explicitamente definem um contexto local (como “documentos:”) não são enviados ao Bing.

Quando foi lançado, o Windows 10 possuía um ajuste para desativar essa integração com o Bing, mas a opção não existe mais nas versões Home e Pro do Windows 10.

Segundo os relatos na web, o excesso de processamento gerado pela atualização impacta principalmente quem desabilitou a pesquisa do Bing no menu Iniciar logo após instalar a primeira versão do Windows 10 (quando a opção existia) e quem utiliza de truques para acionar esse ajuste nas versões mais recentes.

De acordo com o site “Windows Latest”, o problema chegou a ser identificado e relatado pelos “Insiders”, os usuários que voluntariamente testam as atualizações do Windows antes de elas serem distribuídas. A ferramenta da Microsoft, no entanto, categoriza a importância dos problemas conforme o número de votos que recebe e esses aviso não receberam muitos votos, de acordo com o site.

Soluções
Além de desinstalar a atualização (o que pode ser feito em Configurações > Atualização e segurança > Histórico de atualizações > Desinstalar atualização), usuários também descobriram que em alguns casos é possível corrigir o problema restaurando uma pasta de cache antiga da Cortana.

Reativar a integração com o Bing no Windows também é uma opção. Para isso, é preciso abrir o “Bloco de Notas” e colocar o seguinte código:

Windows Registry Editor Version 5.00

[HKEY_CURRENT_USER\Software\Microsoft\Windows\CurrentVersion\Search]

“BingSearchEnabled” = 1

O arquivo deve ser salvo como “RestauraBing.reg” (com aspas) e em seguida executado com um duplo clique. A alteração no registro que será realizada vai reativar a pesquisa do Bing no menu Iniciar.

Caso o usuário tenha interesse em bloquear o Bing, o recomendado é realizar um bloqueio de rede no firewall ou em outro mecanismo.

(G1)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *